domingo, 18 de dezembro de 2011

RECEITAS DE NATAL

Salada Natalina

Calorias por porção: 250 
Rendimento: 12 porções

Ingredientes
Para a salada
● 2 xíc. (chá) de cenoura em cubos
● 2 xíc. (chá) de salsão em cubinhos
● 4 col. (sopa) de maçã seca e picada
● ½ xíc. (chá) de melão tipo cantaloupe em cubos
● 1 filé de salmão (150 g) cozido e desfiado
Para o molho
● 1 col. (sopa) de azeite
● suco de ½ limão
● 1 col. (sopa) de endro-dill picado
● 1 iogurte natural desnatado sem soro
● 2 col. (sopa) de maionese light
● 2 col. (sopa) de leite desnatado
● sal a gosto

Para decorar
● ½ xíc. (chá) de melão em bolinhas
● ½ pimentão cortado em tirinhas finas
● 5 folhinhas de endro-dill

Modo de fazer
Prepare a salada 
1. Junte os ingredientes.
Prepare o molho 
1. Misture tudo com ajuda de um batedor. Acrescente metade do creme à salada. 
2. Arrume em prato e cubra com o restante do molho.
Finalize 
1. Decore com melão, pimentão e o endro-dill. Sirva.

Peru ao Molho de Manga

Calorias por porção: 250
Rendimento: 15 porções

Ingredientes
● 1 peru magro (3 kg)
● Sal e manjericão a gosto
● 1 dente de alho esmagado
● 1 col. (sopa) de azeite
● 2 col. (sopa) de cebola ralada
Para o molho
● Suco de 2 laranjas
●1/3 de xíc. (chá) de vinagre
●1 xíc. (chá) de água
●1 lata de guaraná diet
●1 manga sem casca
Para a guarnição 1
● 6 cebolas em gomos
● 1 col. (sopa) de margarina light
● 1 xíc. (chá) de leite desnatado
● 1 col. (sopa) de adoçante culinário
● 2 col. (sopa) de mostarda
● 1 col. (sopa) de farinha de trigo
● Sal a gosto
Para a guarnição 2
● 6 cenouras em rodelas
● 2 xíc. (chá) de água
● 2 col. (sopa) de adoçante culinário
● 1 col. (sopa) de uva passa

Modo de fazer 
1. Tempere o peru com manjericão, alho esmagado, sal, azeite e cebola. Asse envolto em papel-alumínio.
Prepare o molho
1. Bata os ingredientes do molho de manga no liquidificador. Regue o peru com ele até dourar.
Prepare as guarnições 
1. Frite a cebola com a margarina e o sal e refogue. 
2. Junte o leite, a mostarda, o adoçante, a farinha de trigo e deixe engrossar. Reserve. 
3. Cozinhe a cenoura em água com o adoçante. Escorra e junte à passa.
4. Decore o peru com as guarnições. Sirva quente.



segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Combata a celulite!

Estima-se que a celulite atinja cerca de 90% da população feminina, afetando todas as mulheres em geral, independentemente de idade ou peso.

Os principais causadores da celulite são a predisposição genética, fatores hormonais, o sedentarismo, dieta desequilibrada, abuso de álcool e o fumo além do stress.
Infelizmente não existe fórmula mágica para combater a celulite. A combinação de uma dieta balanceada e a prática de exercícios físicos é o mais eficaz no tratamento.
Para diminuir a aparência de casca de laranja da pele, diminuir a celulite siga esses 10 passos:
1.Diminua a quantidade de toxina no seu corpo. A melhor forma de eliminar essas toxinas é garantir uma boa hidratação. O consumo de líquidos, principalmente a água, ajuda a eliminar as toxinas e tratar a celulite. Devemos ingerir ao menos 2 litros de água ao dia. Sucos de frutas orgânicas, infusão de ervas e água de coco também podem ser alternativas interessantes.
2. Reduza o consumo de sódio, causador de retenção hídrica, que pode agravar o quadro. Diminua o consumo de sal, enlatados, alimentos em conservas, embutidos e alimentos industrializados. Troque o sal comum pelo sal light, que tem 50% menos sódio em sua composição. Prefira usar nos alimentos os temperos naturais como orégano, salsa, cebolinha, manjericão e açafrão que além de sabor tem também antioxidantes.
3. Trate da saúde do intestino. A disbiose intestinal, quadro de comum atualmente, devido ao uso indiscriminado de antibióticos, antinflamatórios, anticoncepcionais, exposição a alimentos alergenicos, stress entre outros, aumenta a celulite.
A disbiose aumenta a absorção de moléculas grandes pelo intestino, estas moléculas se ligam a células do sistema imunológico aumentando de tamanho e peso. Estas moléculas grandes podem prejudicar a circulação causando edemas e piorando a celulite. Para tratamento da disbiose os primeiros passos são excluir da alimentação os alimentos alergenicos e o uso de suplementos de probióticos, bactérias boas que fortalecem a microbiota intestinal. Entre os alimentos de maior potencial alergenico estão o trigo (glúten) e o leite.
A constipação intestinal também faz com que haja acumulo de toxinas no corpo. Cuide do bom funcionamento do intestino aumentando o consumo de alimentos ricos em fibras como os cereais integrais; arroz integral, farelo de aveia, sementes de linhaça; frutas e verduras principalmente as orgânicas.
4. Aumente o consumo de frutas e legumes com bastante água. Eles ajudam na hidratação e desintoxicação do organismo: o abacaxi, melancia, frutas cítricas, pepino e salsinha. Prepare um suco com esses ingredientes!
5. Inclua na dieta alimentos fontes de silício, mineral envolvido na produção de colágeno. A aveia e a água mineral são boas fontes do mineral. Use a aveia em flocos em saladas de frutas.
6. Inclua no cardápio uva escura, o azeite de oliva extravirgem e o cacau que são fontes de antioxidantes que melhoram a circulação, diminuindo as celulites e melhorando assim a aparência e textura da pele. O cacau pode ser salpicado em frutas assadas. O azeite de oliva pode ser usado em saladas ou ainda substituir a manteiga.
7. Coma também castanha do Brasil, ótima fonte de selênio; tomate, cenoura e vegetais verdes escuros, fontes de vitamina A; frutas cítricas, morango, goiaba e caju, fontes de vitamina C. As frutas vermelhas como a amora, framboesa, mirtilo, blueberry são boas fontes de antocianinas de potente ação antioxidante. Esses alimentos são fontes de antioxidantes que diminuem a ação dos radicais livres, o que melhora a aparência de pele.
8. Não fique sem omega 3. Encontrado nas sementes e óleo de linhaça e também no óleo de peixe ele tem papel importante na saúde e aparência da pele. Outros óleos como o de semente de abóbora e o de macadâmia são fontes de antioxidantes importantes no tratamento da celulite, rugas e manchas de pele.
9. Os alimentos fontes de vitamina C, como frutas cítricas, morango, goiaba, caju, acerola estimulam a produção de colágeno, uma proteína que melhora a elasticidade e firmeza da pele.
10. Diminua o consumo de cafeína e bebidas alcoólicas, pois provocam constrição de pequenos vasos sanguíneos, prejudicando a circulação e favorecendo o inchaço que piora a celulite.
Para que os cremes de tratamento tenham melhor penetração na pele e efeito a pele deve ser preparada para recebê-los. Use bucha vegetal no banho e faça uma esfoliação uma vez por semana. Misture farelo de aveia ao azeite de oliva e aplique na pele em movimentos suaves e circulares. Essa esfoliação ajudará a remover as células mortas e melhorará a absorção dos cremes de tratamento.
A drenagem linfática e a caminhada também são importantes aliados no tratamento da celulite.
Com bons hábitos alimentares a atividade física será mais fácil acabar com a celulite e desfilar com mais saúde no verão!


Fonte: Blog Mundo Verde

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Salada de folhas verdes com ricota e cenoura

Ingredientes


1 xícara (chá) de alface, de preferência orgânica
1 xícara (chá) de alface roxa, de preferência orgânica
½ xícara (chá) de rúcula, de preferência orgânica
½ xícara (chá) de ricota cortada em cubos
½ xícara (chá) de cenoura ralada, de preferência orgânica
2 colheres (sopa) de geléia de laranja sem adição de açúcar
1 colher (sopa) de suco de limão, de preferência orgânico
1 colher (sopa) de óleo de coco extravirgem
pimenta caiena a gosto
sal marinho a gosto

Preparo
Em uma tigela bater a geléia de laranja, o suco de limão, o óleo de coco, a pimenta e o sal, até obter uma mistura líquida e homogênea. Reservar. Em um recipiente grande misturar as alfaces, a rúcula, a ricota e a cenoura. Misturar o molho e servir.

O óleo de coco apresenta ação termogênica, auxilia na promoção da sensação de saciedade, na redução do IMC e da circunferência da cintura, sendo um excelente coadjuvante na perda de peso.
A pimenta é fonte de capsaicina, apresenta ação termogênica auxiliando no processo de emagrecimento.

Rendimento: 05 porções
Valor calórico por porção: 56 calorias

Fonte: Blog Mundo Verde

domingo, 13 de novembro de 2011

Mais uma opçao para jantar!!!

Hambúrguer de Quinoa


Ingredientes: ½ xícara de quinoa em grãos; ½ cenoura ralada;1 abobrinha verde ralada (só a casca); ½ xícara de brócolis; 1 cebola picada; 1 colher de amido de arroz ou milho; 1 colher de óleo de coco e pimenta do reino moída na hora

Modo de fazer:
Cozinhe a quinoa em dois copos de água e sal. Reserve. Doure bem a cebola no óleo de coco e coloque todos os legumes. Mexa deixando-os al dente. Coloque a quinoa já cozida, acrescente o amido (se necessário, um pouco de água) mexendo sempre até criar liga, acrescente a pimenta.
Espere esfriar e faça hambúrgueres do tamanho de um pires de xícara de café.Grelhe em uma frigideira untada de óleo. Sirva com molho de tomate caseiro.

domingo, 6 de novembro de 2011

Hamburguer especial de palmito

Ingredientes 

• 1 1/2 xícara (chá) de palmito picado
 
• 2 pimentões vermelhos picados
 
• 1 colher (sopa) de salsa fresca picada
 
• 2 colheres (sopa) de cebola picada
 
• 1 colher (sopa) de mostarda
 
• 1 colher (chá) de alho picado
 
• 2 colheres (sopa) farinha de rosca
 
• 1 ovo
 
• Sal e pimenta-do-reino a gosto
 

Modo de fazer 

Em uma tigela, misture bem todos os Ingredientes até formar uma massa homogênea. Divida em quatro partes, molde os hambúrgueres e leve à geladeira por 30 minutos. Asse em forno médio pré aquecido até dourar. Sirva com salada de folhas verdes e tomate-cereja (ou com outra salada de sua preferência).
 

Rende: 4 porções 
Calorias por porção: 97

sábado, 29 de outubro de 2011

Fibras

Grandes aliadas na perda de peso, as fibras aumentam a sensação de saciedade, fazendo com que a gente coma menos, melhoram o funcionamento do intestino e ainda ajudam a reduzir a gordura localizada na região do abdômen. Estudos recentes mostram que quanto maior for o consumo dessa substância, menos gordura vai se acumular entre os órgãos da região abdominal, dando fim à barriga de chope. E tem mais: ingerir 10 gramas de fibras por dia durante um ano pode desinchar os pneus em quase um centímetro. Com tantas vantagens, nada melhor do que incluí-las de vez no seu dia a dia.

TEOR DE FIBRAS DOS ALIMENTOS (para cada 100 gramas do alimento)


CEREAIS E DERIVADOS g
Arroz integral cozido ............................................................ 2,7
Arroz tipo 1 cozido ............................................................... 1,6
Aveia em flocos crua ........................................................... 9,1
Biscoito doce tipo maisena .................................................. 2,1
Biscoito salgado tipo cream cracker .................................... 2,5
Cereal matinal de milho ....................................................... 4,1
Farinha de rosca ................................................................. 4,8
Farinha de trigo ................................................................... 2,3
Macarrão cru ....................................................................... 2,9
Pão de forma (aveia) ........................................................... 6
Pão de forma (glúten) .......................................................... 2,5
Pão de forma (milho) ........................................................... 4,3
Pão de forma integral (trigo) ................................................ 6,9
Pão francês ......................................................................... 2,3

VERDURAS, HORTALIÇAS E DERIVADOS g
Abobrinha italiana crua ........................................................ 1,4
Agrião cru ............................................................................ 2,1
Alface americana crua ......................................................... 1,7
Alface crespa crua ............................................................... 1,7
Alface lisa crua .................................................................... 2,4
Alho cru ............................................................................... 4,3
Almeirão refogado ............................................................... 3,4
Batata-doce cozida .............................................................. 2,2
Batata-inglesa cozida .......................................................... 1,3
Batata-inglesa frita .............................................................. 8,1
Berinjela cozida ................................................................... 2,5
Beterraba cozida ................................................................. 1,9
Brócolis cozido .................................................................... 3,4
Brócolis cru .......................................................................... 2,9
Cará cozido ......................................................................... 2,6
Cebola crua ......................................................................... 2,2
Cebolinha crua .................................................................... 3,6
Cenoura cozida ................................................................... 2,6
Coentro (folhas desidratadas) ............................................. 37,3
Cenoura crua ....................................................................... 3,2
Couve-manteiga crua .......................................................... 3,1
Couve-manteiga refogada ................................................... 5,7
Couve-flor crua .................................................................... 2,4
Couve-flor cozida ................................................................ 2,1
Espinafre cru ....................................................................... 2,1
Espinafre refogado .............................................................. 2,5
Farinha de mandioca ........................................................... 6,4
Mandioquinha cozida .......................................................... 1,8
Pimentão amarelo cru ......................................................... 1
Pimentão verde cru ............................................................. 2,6
Pimentão vermelho cru ....................................................... 1,6
Palmito pupunha ................................................................. 2,6
Rabanete cru ....................................................................... 2,2
Tomate com semente cru .................................................... 1,2
Tremoço em conserva ......................................................... 14,4
Vagem crua ......................................................................... 2,4

FRUTAS E DERIVADOS g
Abacate ............................................................................... 6,3
Abacaxi ................................................................................ 1
Ameixa ............................................................................... 2,4
Atemoia ............................................................................... 2,1
Banana-da-terra .................................................................. 1,5
Banana-maçã ...................................................................... 2,6
Banana-nanica .................................................................... 1,9
Banana-ouro ........................................................................ 2
Banana-prata ....................................................................... 2
Caqui chocolate ................................................................... 6,5
Ciriguela .............................................................................. 3,9
Cupuaçu .............................................................................. 3,1
Goiaba vermelha ................................................................. 6,2
Laranja lima ......................................................................... 1,8
Laranja pera ........................................................................ 0,8
Maçã argentina .................................................................... 2
Maçã fuji .............................................................................. 1,3
Mamão formosa .................................................................. 1,8
Mamão papaia ..................................................................... 1
Mexerica murcote ................................................................ 3,1
Mexerica Rio ....................................................................... 2,7
Morango .............................................................................. 1,7
Nêspera ............................................................................... 3
Pera ..................................................................................... 3
Pinha crua ........................................................................... 3,4
Pitanga ................................................................................ 3,2
Tamarindo ........................................................................... 6,4

PRODUTOS AÇUCARADOS g
Pó achocolatado .................................................................. 3,9
Chocolate ao leite (em barra) .............................................. 2,2
Chocolate ao leite (em barra) com castanha-do-pará ......... 2,5
Chocolate ao leite dietético ................................................. 2,8
Chocolate meio amargo ...................................................... 4,9
Cocada branca .................................................................... 3,6
Doce de abóbora ................................................................. 2,6

ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS g
Azeitona preta em conserva ................................................ 5,5
Azeitona verde em conserva ............................................... 4,1
Maionese tradicional .......................................................... 7,9

ALIMENTOS PREPARADOS g
Acarajé ................................................................................ 9,4
Baião-de-dois ...................................................................... 5,1
Dobradinha .......................................................................... 3,9

LEGUMINOSAS E DERIVADOS g
Amendoim .......................................................................... 8
Feijão carioca cozido ........................................................... 8,5
Feijão fradinho cozido ......................................................... 7,5
Feijão jalo cozido ................................................................. 13,9
Feijão preto cozido .............................................................. 8,4
Feijão rajado cozido ............................................................ 9,3
Feijão roxo cozido ............................................................... 11,5
Grão-de-bico cru ................................................................. 12,4
Lentilha cozida .................................................................... 7,9
Paçoca ................................................................................ 7,3
Soja (farinha) ....................................................................... 20,2

NOZES E SEMENTES g
Amêndoa torrada e salgada ................................................ 11,6
Castanha de caju torrada com sal ....................................... 3,7
Coco verde .......................................................................... 5
Gergelim ............................................................................. 11,9
Linhaça ............................................................................... 33,5
Pinhão cozido ...................................................................... 15,6
Noz crua .............................................................................. 7,2

Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO) - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação

(NEPA), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

No dia das crianças, dicas de lanchinhos!!

Na hora de escolher os alimentos que irão compor a lancheira das crianças para a escola, é preciso usar a criatividade para montar um lanche gostoso, atrativo e variado; e assim, fornecer a energia e os nutrientes que tanto precisam para suprir suas necessidades, além de garantir o bom desempenho escolar.

O fundamental é que a educação do que comer venha de casa.
Nas cantinas; a maioria das opções leva nota baixa quando o assunto é saúde: alimentos industrializados prontos para consumo, ricos em conservantes, açúcar, gordura e sal, bolachas recheadas, salgados e salgadinhos, balas, sorvetes, hambúrgueres e refrigerantes!
O lanche completo e saudável deve ter: um produto de panificação (energético), um produto protéico ou lácteo (construtor) e uma opção de fruta ou suco e/ou hortaliças e vegetais (regulador)
Se a opção for um sanduíche, prefira os pães com grãos integrais e recheios magros como: queijo branco, tomate e orégano, atum em água desfiado, ricota temperada com azeite com folhas de alface, peito de peru, rosbife ou presunto magro com requeijão magro e cenoura ralada; ao invés de pão com cremes a base de chocolate, avelãs ou amendoim.
Duas fatias de queijo correspondem a 50% das necessidades diárias de cálcio das crianças, nutriente importante para a formação e o fortalecimento dos ossos, dentes, cartilagens, unhas e prevenção de cáries.
Biscoito não é um problema desde que não apareça todo dia, saiba escolher o tipo e controle a quantidade, para que a criança coma os outros alimentos oferecidos. Evite os recheados (ricos em gordura trans) e prefira os integrais e sem recheios, mais ricos em nutrientes, fibras e menos gordurosos.
Prepare um pote com diversas frutas coloridas picadas (sugestão: mamão, pêra, abacaxi, melão e uva). Se for incluir apenas uma fruta inteira, dê preferência para banana, goiaba, maçã ou pêra. As frutas fornecem energia, vitaminas e fibras.
Lembre-se que apresentação é muito importante. Tornar os alimentos atrativos, dosar as guloseimas e variar o cardápio pode ajudar a despertar a expectativa de novos sabores na lancheira dos pequenos e o lanche dos já crescidos.
Uma sugestão para aproximar as crianças dos alimentos saudáveis é fazer com que elas participem do preparo do cardápio da semana, da compra até a preparação do lanche. Eles podem ajudar na escolha dos pães e queijos e embalar os sanduíches, entre outras pequenas tarefas.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Risoto 7 cereais.

Risoto 7 cereais


1 xícara de arroz 7 cereais

1 cebola picadinha refogada no fio de azeite

1 caldo de legumes light Vitale

½ xícara de vinho branco

3 xícaras de água
Colocar na panela de pressão e depois que apitar deixar cozinhar por 40 minutos.

A importância dos óleos para saúde

Os diversos tipos de óleos de cozinha disponíveis no mercado, oferecem gorduras boas e fundamentais ao nosso organismo: o ácido linolênico (ômega-3) e o ácido linoléico (ômega-6). A seguir, alguns tipos de óleos:

ÓLEO DE SOJA: É o óleo o mais consumido mundialmente. É fonte de ômega 3 e 6 que ajudam a controlar os níveis de colesterol. A vantagem do óleo de soja em relação a outros óleos deve-se ao seu baixo preço aliado à sua excelente qualidade.

ÓLEO DE LINHAÇA: Possui os ácidos graxos ômega-6 e ômega-3 em uma proporção que é considerada a ideal pela maioria dos pesquisadores, ajudando na redução do colesterol total e o mau colesterol (LDL) e proteção cardiovascular, além de possuir ação antiinflamatória.

ÓLEO DE OLIVA EXTRA VIRGEM (AZEITE): É um produto de valor nutritivo apreciável, rico em vitamina E, pobre em colesterol e tem boa proporção de monoinsaturados (ácidos graxos essenciais – ácido oléico, ótimo protetor contra doenças coronarianas). Não é particularmente rico em ômega-3. Não é recomendado levar ao fogo, pois o aquecimento transforma o ácido monoinsaturados em saturado.

ÓLEO DE GERGELIM: fonte de ácidos graxos insaturados ômegas 3, 6 e 9. Naturalmente fonte de vitamina E, antioxidante que protege as células da ação dos radicais livres.

ÓLEO DE CANOLA: equilibrado em quantidades de ômega 6 e 3, fonte de gorduras monoinsaturadas e vitamina E. Possui o menor teor de gordura saturada de todos os óleos vegetais.

ÓLEO DE MILHO: O Óleo de Milho é extraído do germe do milho e é considerado um óleo bastante saudável, ajudando na redução do nível de colesterol.

ÓLEO DE GIRASSOL: Possui alto índice de ácido linoléico (Ômega 6) e vitamina E, sendo indicado em dietas para redução do colesterol e prevenção de doenças cardiovasculares, por sua baixa quantidade de ácidos graxos saturados.

ÓLEO DE DENDÊ OU PALMA: Contém proporções iguais de ácidos graxos saturados e não saturados. É uma fonte natural de vitamina E, e também rico em betacaroteno, fonte importante de vitamina A.

ÓLEO DE TRIGO: O Óleo de Germe de Trigo contém uma quantidade significativa de nutrientes, sendo considerada a maior fonte de vitamina E, possui também sais minerais e ácidos graxos insaturados que são de vital importância para a prevenção de doenças, sendo bastante utilizado também como suplemento vitamínico.

ÓLEO DE ABACATE: O Óleo de Abacate também pode ser usado para fins alimentícios e é tão competitivo quanto o azeite de oliva, por ser rico em gorduras insaturadas e vitamina E. Grande parte da sua gordura é monoinsaturada havendo a tendência em melhorar o colesterol e proteger as artérias.

ÓLEO DE COCO: O óleo de coco é rico em óleos saturados, em especial ácido láurico e mirístico e contém uma grande porcentagem de glicerol. Em média, uma colher de sopa contém cerca de 13,9 gramas de gordura saturada, devendo ser consumida com moderação. Tem ação antioxidante e imunoestimulante. Estudos sugerem ainda sua ação termogênica, e coadjuvante nos processos de emagrecimento.

ÓLEO DE PEIXE: Possui índices satisfatórios de Ômega 3, contribuindo para a prevenção de infarto do miocárdio e formação de arteriosclerose, reduzindo o colesterol, a hipertensão arterial, ajuda em estados inflamatórios como a artrite reumatóide e aliviam distúrbios como eczema e psoríase.

ÓLEO DE MACADÂMIA: fonte de ômegas 7 e 9. Estudos mostram que seu consumo auxilia na redução das taxas de colesterol total e LDL.

ÓLEO DE CÁRTAMO: O óleo de cártamo contem altos teores de ácidos linoléico (70%) e oléico (20%) e baixa porcentagem de ácido linolênico (3%). É usado principalmente como um óleo de cozinha, em molho para salada, e para a produção de margarina. Também pode ser tomado como um suplemento nutricional.

ÓLEO DE PRÍMULA: O óleo da semente de Prímula contém ácido gama-linolênico (GLA), um ácido graxo ômega-6 que o corpo utiliza para fabricar uma prostaglandina vital para aliviar inflamações e fortalecer o sistema imune. Também ajuda a manter o sangue fluindo livremente, reduz a pressão arterial elevada, desempenha um papel importante na redução cânceres de mama, além de reduzir o colesterol alto. Pode ser tomado de forma complementar ou usado como uma salada de vegetais ou molho.

 ÓLEO DE CASTANHA: O Óleo de Castanha apresenta propriedades emolientes, hidratantes e lubrificantes, além de ser um excelente óleo de mesa, substituindo o azeite de oliva. Este óleo é uma excelente fonte nutricional devido ao alto teor de proteínas, lipídios e vitaminas, além de apresentar vários ácidos graxos essenciais em sua composição.

domingo, 25 de setembro de 2011

Palitinhos de Gergelim sem Glúten e Lactose (Grissini)

Palitinhos

Ingredientes:
- ½ xícara de gergelim
- 1 colher de (chá) de fermento em pó
- 75 gramas de margarina (¾ de tablete)
- 1 e ½ xícaras de creme de arroz
- ½ xícara de maisena
- ¼ xícara de fécula de batata
- 1 colher de (chá) de sal
- água para dar liga
- 2 ovos

MODO DE PREPARO:
Misture todos os ingredientes, menos a água, amasse bem, depois acrescente a água aos poucos, sempre trabalhando a massa. Enrole pequenas porções da massa numa superfície enfarinhada dando formato de grissini. Se desejar antes de assar polvilhe mais um pouco de gergelim. Asse em forno médio pré-aquecido por 20-25 minutos. Ficam macios e crocantes.

Dica: Você pode adicionar um pouco de semente de linhaça para aumentar o teor de fibras.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

A Nova Pirâmide!

Foi sugerido através do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) junto à equipe anti-obesidade, uma substituição para a tradicional pirâmide alimentar (MyPyramid). O novo modelo, chamado MyPlate, consiste em educar a população americana sobre os princípios de uma alimentação saudável, baseando-se nas diretrizes alimentares de 2010. O prato divide-se em quatro porções iguais: uma de fruta, outra de verduras, uma terceira de proteínas e a quarta de cereais integrais. Além disso, ao desenho é acrescentado um copo, que representa os laticínios.
•Fruits: frutas

•Vegetables: verduras e legumes

•Grains: cereais integrais

•Protein: proteínas pobres em gorduras (ovo, peixe, frango de preferência orgânico)

A proposta se baseia na imagem familiar do prato o que possibilita um entendimento mais fácil do que usando o modelo de pirâmide alimentar.
É possível que a partir desta, surjam novas propostas alimentares, adaptadas aos hábitos brasileiros e ainda que o MyPlate seja um meio criado para facilitar a compreensão do público quanto a uma rotina alimentar saudável, mas é importante procurar uma orientação nutricional individualizada, feita por um profissional capacitado.
Para maiores detalhes, a USDA deixou à disposição do público uma página para orientações sobre o MyPlate: www.choosemyplate.gov
Fonte: Mundo Verde

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Dicas para o fim de semana!!

Não faça nada diferente enquanto se alimenta (ver tv ou ler jornal);

Pouse os talheres entre os bocados e mastigue devagar os alimentos;
Use uma lista durante as compras e não faça compras em jejum ou com fome;
Compre alimentos dando preferência aos integrais;
Mantenha alimentos saudáveis à vista e alimentos problemáticos fora da visão;
Procurar realizar uma atividade física nos horários de maior vontade de beliscar e de ansiedade. Aumente gradativamente os dias e o tempo das caminhadas;
Aumente a atividade no seu dia-a-dia, optando por fazer você mesmo algumas atividades domésticas;
Procure distinguir a fome e o desejo;
Resista aos desejos - não inclua-os em sua lista de compras;
Concentre-se em seu comportamento e não no peso;
Viva as emoções aos invés de descontá-las nos alimentos;
Quando pegar um alimento para comer perguntar se é fome ou não;
Converse com a família para que eles apoiem e auxiliem no seu tratamento;
Procure conhecer o valor calórico dos alimentos: Leia atentamente o rótulo;
Procure aumentar a quantidade de fibras na dieta (coma frutas com bagaço e verduras);
Quando der vontade de comer doces procurar comê-los com frutas e canela;
Sempre que der vontade de comer algo, tomar líquidos antes (2 copos de água);
Faça um lanche saudável antes de festas, assim você se alimentará com moderação;
Tenha prazer com cada escolha, saboreie os alimentos devagar; Não fique pensando na próxima porção que será servida;
Não faça da comida a principal atração da festa. Divirta-se! Desvie o seu foco da comida conhecendo pessoas novas, dançando e conversando;
Se sentir que comeu muito na festa, não inicie um jejum e nem fique se sentindo culpado;
A alimentação saudável não se resume apenas a uma refeição, faça então, escolhas mais saudáveis durante as próximas refeições.

Fonte: Sante Consultoria

domingo, 28 de agosto de 2011

Tacinha de ricota!

Ingredientes
• 1 rodela grossa (200 g) de ricota
• 1/2 colher (chá) de canela em pó
• 2 potes (400 g) de iogurte natural desnatado
• 6 envelopes de adoçante em pó
• 3 pêssegos maduros cortados em quatro (ou pêssegos em calda light)

Modo de fazer
Amasse bem a ricota com um grafo e misture a canela e metade do iogurte e do adoçante. Acrescente o restante do iogurte e do adoçante e mexa novamente até formar um creme homogêneo. Distribua em seis taças. Leve para gelar. Sirva com o pêssego.

Rende: 6 porções

Calorias por porção: 60



sábado, 20 de agosto de 2011

Sopinha para aquecer esta noite!!!

Creme de Abóbora

151 calorias

Ingredientes (4 porções)

½ kg de abóbora, descascada e picada
1 cebola grande picada
2 tomates sem pele e sem sementes picados
1 ½ litro de água
1 xícara (chá) leite desnatado
Pouco sal
Pimenta do reino

Modo de fazer

Numa panela junte a abóbora, a cebola, o tomate e a margarina e refogue por alguns minutos, mexendo de vez em quando. Adicione metade da água e cozinhe, em fogo baixo sem tampar a panela, por cerca de 15 minutos, quando a abóbora deve estar macia.. Então bata no liquidificador e despeje de volta na panela. Junte o restante da água e o leite e tempere com sal e pimenta. Leve ao fogo e cozinhe por mais alguns minutos, mexendo de vez em quando. Sirva em seguida.

domingo, 14 de agosto de 2011

Idéia para almoço do Dia dos Pais!

Lazanha de abobrinha verde e frango


Ingredientes
4 abobrinhas verdes
300 gramas de frango desfiado
3 colheres de sopa de ricota
1 colher de sopa de queijo ralado
1 xícara de molho de tomate caseiro (feito em casa com manjericão)

*Corte as abobrinhas verdes em tiras compridas e arrume-as numa travessa (como se fosse uma lazanha).
*Entre as fatias de abobrinha faça um molho misturando o frango desfiado com a ricota e regue com o molho de tomate e manjericão.
*Salpique em cima queijo ralado e leve ao forno para gratinar o queijo.
*Essa receita combina com uma boa salada verde.

Bom Apetite!



sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Molhos para deixar qualquer salada irresistível


Molho de ervas e cottage (56 calorias) 
- 2 xíc. (chá) de queijo cottage 
- 2 col. (sopa) de suco de limão 
- 2 col. (sopa) de manjericão fresco picado 
- Sal a gosto 
Amasse o cottage com um garfo e misture os outros ingredientes. 

Molho oriental (65 calorias) 
- 3 col. (sopa) de shoyu
- 5 col. (sopa) de azeite de oliva 
- Suco de 1/2 limão 
- 1 col. (chá) de gengibre fresco ralado 
- Sal a gosto 
Misture todos os ingredientes. 


Molho de mostarda (14 calorias) 
- 2 col. (chá) de mel 
- 5 col. (sopa) de mostarda amarela 
- 1/2 xíc. (chá) de suco de laranja 
- 1/2 xíc. (chá) de azeite de oliva 
- Sal a gosto 
Misture todos os ingredientes e bata com um garfo até incorporar o mel. 

Molho light de iogurte (36 calorias) 
- 1 copo de iogurte natural desnatado 
- 1 col. (sopa) de hortelã picada 
- 1 col. (sopa) de suco de limão 
- 2 col. (sopa) de azeite de oliva 
- Sal a gosto 
Misture muito bem todos os ingredientes. 

Molho de Laranja  (45 calorias)
- ¼  copo de suco de laranja
- ¼ cebola picada
- 3 gramas de castanhas de cajú moida
- sal a gosto
- pimenta-do-reino
- 1 col. (sopa) de azeite de oliva
- suco de ½ limão
Misture todos os ingredientes.

Molho de alcaparras (25 calorias)
- 1col. (sopa) de alcaparras
- 2 colheres de sopa de azeite
- ½ potinho de iogurte natural desnatado
- 1 colher de chá de suco de limão
- 1 colher de chá de mostarda
- 1 colher de café de molho inglês
-  sal e pimenta
-  uma pitada de açúcar
Misture bem todos os ingredientes e por último as alcaparras.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

CAÇÃO DE PANELA

CAÇÃO DE PANELA


6 porções
Calorias: 166 por porção
Ingredientes:
 600 g de postas de cação
 Suco de 1 limão
 2 dentes de alho
 Sal a gosto
 1 colher (sopa) óleo vegetal
 2 cebolas em pétalas
 1 colher (café) de açafrão
 200 g de brócolis

Preparo:
Em um recipiente tempere as postas de cação com limão, alho e sal. Reserve por 30 minutos. Em uma panela aqueça, refogue a cebola até ficar transparente, junte o peixe e o açafrão. Depois de 2 minutos junte o brócolis e cozinhe em panela tampada em fogo brando por 10 minutos.
Sirva com folhas verdes.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

PARAFUSO INTEGRAL AO PESTO DE BRÓCOLIS

PARAFUSO INTEGRAL AO PESTO DE BRÓCOLIS
Ingredientes:
250g de Macarrão tipo parafuso integral;
1 ½ Colheres (sopa) de sal;
1 Fio de azeite;
Pesto de brócolis:
1 Pacote de Brócolis congelado ou 1 maço fresco;
1 Dente de alho pequeno;
6 Colheres (sopa) de azeite;
1 Xícara (chá) de queijo tipo cottage;
Sal e pimenta à gosto;
Buquês de brócolis para decorar;

Modo de Preparo:
Cozinhe o macarrão em dois litros e meio de água fervente com o sal e o azeite até que fique “Al dente”. Enquanto isso prepare o pesto.
Pesto de brócolis: Cozinhe o brócolis em uma panela com água fervente. Escorra e transfira imediatamente para uma vasilha com água fria e gelo. Aguarde alguns instantes para que esfrie, escorra novamente e coloque-o no liquidificador com o alho, o azeite, três colheres (sopa) de água quente e sal para obter um creme.
Escorra o macarrão, passe para uma travessa e envolva-o com o molho. Distribua o queijo

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Como organizar nossa geladeira?

Devemos seguir alguns procedimentos para que os alimentos durem mais e portanto, seguem algumas dicas de conservação e armazenamento dos alimentos na nossa geladeira: - Os produtos perecíveis devem ser armazenados o mais rápido possível.
- Não se deve armazenar caixas de papelão em geladeiras, câmaras ou freezers, por serem porosos, isolantes térmicos e promoverem contaminação externa. As embalagens de leite podem ser armazenadas em geladeiras, porque seu acabamento é liso, impermeável e lavável.
- Não armazenar produtos em sacolas plásticas de supermercados, pois também são fontes de contaminação externa.
- Antes de serem guardados, todos os alimentos prontos para o consumo ou pré-preparados devem ser cobertos com plásticos transparentes.
- No caso de frutas, verduras e legumes, fazer a pré-lavagem retirando todos os resíduos visíveis e as folhas ou partes estragadas. As partes selecionadas próprias para consumo devem ser colocadas em utensílio plástico devidamente limpo para que escorra a água e depois colocá-los em sacos plásticos incolores e transparentes e mantê-los fechados sob refrigeração.
- Depois de serem abertos, os alimentos enlatados devem ser transferidos para recipientes limpos, tampados, identificados e armazenados sob refrigeração de 4º C (geladeira).
- Na impossibilidade de manter o rótulo original do produto, as informações sobre ele (nome do produto, marca, data de fabricação, data em que foi aberto, ou na ausência desta informação escrever: “consumir em 48 horas”) devem ser anotadas em etiqueta e esta ser colocada no recipiente.
No armazenamento sob ar frio (principalmente geladeiras onde armazenam-se diferentes tipos de alimentos) respeitar o seguinte:
- Prateleiras superiores: alimentos prontos para consumo;
- Prateleiras do meio: os semi-prontos e/ou pré-preparados;
- Prateleiras inferiores: alimentos crus (carnes, verduras não higienizadas etc.), separados entre si e de outros produtos
Os alimentos armazenados sob ar frio (nas geladeiras, câmaras ou freezers) não devem estar em porções muito grandes. Preferir volumes de altura máxima de 10 cm e/ou peso de aproximadamente 2,5 Kg.Desta forma melhora-se as condições de congelamento, refrigeração, resfriamento e descongelamento.

domingo, 24 de julho de 2011

Domingo é dia de churrasco!!

Quem quer controlar o peso ou precisa ficar atento a níveis de colesterol não precisa fugir dos churrascos. É possível, sim, preparar uma refeição mais magra e balanceada sobre o carvão em brasa.


- Na escolha do que assar, prefira carnes como o mignon (121 Kcal para 100 gramas), a picanha (156 Kcal), a maminha (158 Kcal) e a alcatra (200 Kcal), retirando a gordura depois de assadas. Fora do prato ficam o cupim (250 Kcal), a costela (Kcal 380) e a linguiça (280 Kcal).

- Substitua coxas e asas de frango (ambas podem ter mais de 150 Kcal) por peito (100 Kcal).

- Experimente assar peixes como salmão e tainha (com cerca de 200 Kcal) na grelha. São ricos em ômega 3 e têm menos gordura do que as carnes vermelhas.

- Cuidado com a combinação de acompanhamentos ricos em carboidratos como arroz (140 Kcal para 100 gramas), maionese (189 Kcal), macarrão (de 150 Kcal para cima) e pães (um pão com alho pode chegar a 180 kcal a unidade).

- Fontes de fibras e vitaminas, as saladas são essenciais para que a refeição se torne mais balanceada, sem falar que têm poucas calorias. Folhas verdes como escarola, agrião ou rúcula são altamente desintoxicantes.

- Também é possível aproveitar a brasa para assar espetinhos, com abobrinha, berinjela, tomate e cebola.

- Abacaxi (50 Kcal por fatia de 80 gramas) assado é ótimo para auxiliar na digestão. Outras opções são manga, maçã e pêra.

Um churrasco saudável sempre pede uma salada de folha verde como escarola, agrião, rúcula ou mesmo brotos todos altamente desintoxicantes.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Receitas para facilitar a utilização das frutas no Inverno!

Receitas para facilitar a utilização das frutas no Inverno!
e ainda substituir as sobremesas mais calóricas!

Salada de frutas ao forno

Ingredientes:
- 1 mamão papaia médio, maduro e firme com casca
- ½ xícara de chá de nozes
- 1 colher de sopa de mel
- 1 pêra madura com casca
- 1 maçã com casca
- 3 ameixas pretas secas
- 3 damascos secos
- ½ xícara de chá de uva passas branca
- ½ litro de suco de laranja lima

Modo de preparo:
Retire as sementes do mamão e corte em pedaços com a casca. Corte a pêra e a maçã em seis partes e retire as sementes. Junte todas as frutas (inclusive as secas) numa assadeira e regue com o mel dissolvido no suco. Leve ao forno médio por 40 minutos, virando as frutas a cada dez minutos. Passe para uma compoteira e polvilhe com as nozes.



Salada de frutas secas
Ingredientes:
- 100g de ameixa seca sem caroço
- 100g de damasco
- 100g de maçã seca
- 100g de pêra seca
- 100g de uva passa sem caroço
- 500ml de suco de maçã feito na hora
- 2 colheres de sopa de vinho tinto seco
- 1 xícara de chá de iogurte natural
- 50g de nozes em metades

Modo de preparo:
Coloque as frutas em uma tigela, regue com o suco de maçã e deixe de um dia para o outro. Coloque-as em uma panela e leve ao fogo médio por 15 minutos. Retire do fogo, espere esfriar e coloque-as em uma saladeira. Regue com o vinho, junte o iogurte e misture. Decore com as nozes e sirva.



Fonte: G1

domingo, 10 de julho de 2011

Fondue de Queijo Light

Ótima opção para as noites frias, experimente!

Ingredientes

• 1 dente de alho
• 150g de requeijão light
• 100g de queijo cottage
• 150g de queijo prato light ralado
• 100ml de leite desnatado
• 1 colher (sobremesa) de  amido de milho
• 1 pitada de noz-moscada

Modo de preparo:

1 - Esfregue um dente de alho na panela de fondue. Numa panela a parte e em fogo baixo, acrescente o requeijão e a metade do leite com a maisena dissolvida.

2 - Bata bem o queijo cottage com o restante do leite e acrescente
aos poucos na panela.

3 - Junte a noz-moscada e o queijo prato, mexendo até incorporar à massa.

4 - Transfira para o réchaud e mantenha em chama baixa.

Servir com:

Brócolis, abobrinha, beterraba, batata e cenoura cozidos no vapor e cortados em formato de batata palito, tomate cereja, fatias de pão integral cortado em 4.

Domingo combina com pizza!!

Só de usar massa fina no lugar da grossa, você economiza 80 calorias. Imagine então trocando o queijo tradicional pelo cream chesse light. A receita ainda apresenta a vantagem de ter fibras e uma boa dose de proteína magra!


Pizza de frigideiraIngredientes
• 1 disco de pizza de frigideira individual (massa integral)
• 5 col. (sopa) de molho de tomate pronto ou caseiro (veja a receita)
• 1/2 tomate em tiras (sem a semente)
• 2 col. (sopa) de cream cheese light (ou creme de ricota light)
• 2 fatias de peito de peru em tiras
• Cebola roxa em rodelas a gosto
• Manjericão fresco (ou orégano) a gosto
• Pimenta-do-reino a gosto
• Óleo para untar

Modo de fazer
Aqueça uma frigideira antiaderente e pincelada levemente com o óleo. Abaixe o fogo e coloque o disco de pizza. Espalhe o molho de tomate e os demais ingredientes. Tampe e deixe no fogo por 3 minutos ou até a massa dourar. Sirva em seguida.

Rende: 1 pizza individual
Calorias: 307

Molho de tomate
Ingredientes
• 1 col. (sopa) de azeite extravirgem
• 1 dente de alho amassado
• 1 cebola pequena picada
• 2 xíc. (chá) de tomate picado ou batido no liquidificador
• 5 col. (sopa) de manjericão fresco

Modo de fazer
Em uma panela, aqueça o azeite e doure o alho e a cebola. Adicione o tomate e refogue. Diminua o fogo e junte o manjericão. Misture bem e deixe cozinhar por 10 minutos em fogo baixo.

Rende: 30 colheres (sopa)
Calorias por colher: 5

quinta-feira, 7 de julho de 2011

O consumo de oleaginosas e seus benefícios à saúde!

As oleaginosas como amendoim, castanha do brasil, castanha de caju, avelã, amêndoas, nozes e pistache podem exercer diversos benefícios a nossa saúde, principalmente quando integrantes de uma alimentação saudável. Suas propriedades relacionam-se principalmente com a composição nutricional destes produtos, que são ricos em ácidos graxos monoinsaturados que auxiliam o controle dos níveis de triglicerídeos, de colesterol e de LDL, diminuindo o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Além disso, as oleaginosas são ricas em outros nutrientes essenciais para o equilíbrio do nosso organismo, como a vitamina E, selênio e manganês, que exercem funções antioxidantes, removendo os radicais livres produzidos em excesso. São ricas ainda em magnésio, nutriente associado à incorporação de cálcio nos ossos, relaxamento muscular, ação anti-inflamatória e regulação da pressão arterial. A arginina, também presente em quantidades interessantes nas oleaginosas, atua como importante vasodilatadora, contribuindo para a redução do risco de hipertensão.

Mas cuidado!! Elas podem induzir sensibilidade em alguns indivíduos, podendo acarretar no aparecimento de alguns sintomas relacionados à diminuição da imunidade, como acne, herpes e candidíase.

A quantidade consumida dependerá dos outros componentes da alimentação, pois é preciso equilibrar a quantidade de nutrientes presentes na dieta. O ideal é a ingestão de uma variedade entre as oleaginosas e não o consumo de uma fonte única para potencializar seus efeitos terapêuticos.

Portanto, aproveite e delicie as oleaginosas, pois além de saborosas proporcionam saúde, mas muito cuidado com a quantidade pois este alimento tem alto valor calórico!!

Fonte: www.gettyimages.com.br